A história da Medicina do Trabalho

Helenice Corbucci Blog 5 Comentários

“O corpo médico é a seção da minha fábrica que me dá mais lucro” – Frase citada por Henry Ford, fundador da Ford.

História da Medicina do TrabalhoUma das especialidades médicas existentes é a medicina do trabalho, também conhecida como medicina ocupacional ou como saúde ocupacional. Seja qual for a nomenclatura, esta área da medicina é responsável por mapear, prevenir e diagnosticar a saúde física e mental de todos os trabalhadores brasileiros, ou seja, esta especialidade beneficia a todos os envolvidos em relações de trabalho.

A medicina do trabalho tem sua origem durante a Revolução Industrial, iniciada na Inglaterra durante o século XVIII e século XIX (1780 – 1830). Nesta época, as indústrias costumavam empregar mão-de-obra sem qualquer benefício individual ou familiar, sendo que tanto os homens, quanto as mulheres – e por ora até os próprios filhos – eram obrigados a trabalhar por até mais de 12 horas ao dia na operação de máquinas e na confecção de produtos para o comércio. O resultado da excessiva e cansativa carga de trabalho, sem repouso, resultava na sobrecarga física e mental dos trabalhadores, ocasionando problemas de saúde e interferindo na qualidade da produção industrial.

Por meio da análise destes fatos, que poderiam colocar em risco tanto o seu negócio quanto a vida de seus funcionários, um proprietário da indústria têxtil, chamado Robert Dernham, foi até uma clínica hospitalar consultar o seu médico pessoal, chamado Robert Baker. Robert Dernham questionou o doutor sobre o que ele poderia fazer para melhorar a saúde e a produtividade dos seus operários. A resposta de Robert Baker foi clara e objetiva: autorizar um médico capacitado a visitar a fábrica, conversar com os operários, observá-los e consultá-los. Foi assim que o doutor em questão tornou-se o primeiro médico a cuidar da saúde ocupacional.

Robert Baker, o médico do trabalho, então, foi contratado pelo empresário Robert Dernham, no ano de 1830, para trabalhar diretamente na sua empresa com a condição de que ele fosse responsabilizado pelas consequências cabíveis caso a saúde dos trabalhadores não fosse devidamente prevenida. Além de realizar atividades de diagnóstico e prevenção, o médico Robert Baker passou a mapear periodicamente as condições de trabalho de todos os operários para saber se eles estão aptos a exercer as suas funções e para afastá-los em caso de riscos ocasionados pelo próprio ambiente do trabalho ou em caso de doenças.

Com os resultados positivos após a implantação e mensuração desta especialidade médica dentro da indústria têxtil de Robert Dernham, a medicina do trabalho ganhou o mundo e hoje em dia é uma lei regulamentada em muitos países. No ano de 1919, foi criada, por exemplo, a OIT – Organização Internacional do Trabalho, com o objetivo de regulamentar as relações de trabalho, além de estudar e pesquisar os temas de segurança do trabalho e serviços médicos ocupacionais. No Brasil, também existe o Programa de Controle de Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, que é um documento legal e particular de cada empresa, que mapeia e orienta condutas em todos seus aspectos legais e de boas práticas para a promoção, a prevenção e a preservação da saúde. Também comprova ao Ministério do Trabalho e ao DRT – Delegacia Regional do Trabalho que a medicina ocupacional é corretamente aplicada dentro de cada uma.

Você já conhecia a história da Medicina do trabalho? Percebeu a importância? Deixe sua resposta nos comentários!

5 Comentários em: A história da Medicina do Trabalho

  1. marlene rosa

    gostaria de saber mais um pouco ,sobre medicina do trabalho,pois estou fazendo o curso queria ficar informada para mim engreça na area.pretendo o mais breve posivel trabalhar na area.

     
    • Regina Almeida

      Olá Marlene!
      Convido-lhe a ler os posts do nosso blog, creio que você encontrará importantes informações sobre a Medicina do Trabalho.
      Sucesso pra você!

       
  2. Dr. Eduardo Jesuino

    Resumo objetivo é esclarecedor sobre uma especialidade médica ainda pouco conhecida pela população em geral.
    Importante registrar para os ” Iniciados ” nessa área Saúde dos Trabalhadores as premissas da atividade já ressaltadas pelo Dr. ROBERT BAKER em 1830 :
    VISITAR o local de trabalho
    CONVERSAR com os trabalhadores
    OBSERVAR os trabalhadores nas suas atividades
    CONSULTAR os trabalhadores periodicamente e sempre que necessário
    :

     
    • Regina Almeida

      Olá Dr. Eduardo!
      Obrigada pelas suas observações!

       
  3. RODRIGO CABELLO DA SILVA

    MUITO ESCLARECEDOR

     

Deixe seu Comentário